domingo, 30 de dezembro de 2012






No ano que surge...O novo está aqui dentro...Na coragem de decisões que fazem a vida caminhar...
Que tenhamos um belo ano de 2013...
Impossível ser só de alegrias...Ou só de tristezas... Elas se intercalam conduzindo nossas emoções...
Meus votos para que as alegrias sejam em maior número...
Abraço nos amigos, na família, em todos amigos internautas que me prestigiaram neste ano que se encerra.
SEJA FELIZ...

                                                                                          Maria da Graça
                                                                                             30/12/2012








REFLEXÕES DE FIM DE ANO

Tenho refletido sobre os acontecimentos em minha vida, só neste único ano...
Por razões que fogem a uma explicação racional, ignoro a resposta, do porque de tantos desafios juntos...
Parcelados, seriam mais fáceis de serem elaborados...
Juntos, se tornam um enorme desafio...
Muitas perdas importantes...
É difícil encontrar, respostas, para tantas perguntas...
Fazer isto sem perder o centro de mim mesma, sem perder, a sabedoria e o equilíbrio.
No somatório, necessário se faz, tentar equilibrar estas perdas e ganhos...
Investir nas pequenas felicidades, que compõem os meus dias.
As pequenas grandes coisas, como é do meu costume dizer...
São elas que me ajudam a seguir em frente...
Como fica relevante o "Que faço de mim é o que importa..."
Sou a pessoa com quem convivo sem tréguas, ou férias...
Então é uma questão de lógica, eu ser a pessoa mais importante que existe para mim...
Investir nas minhas aquisições se torna um dever sublime...
Como ser para o outro, se não sou para mim...
Exercito dons na minha pessoa, para vivencia-los depois, nas pessoas que me cercam...
Eu decido quem sou, e quem quero continuar sendo...
Ninguém pode faze-lo por mim...
Deixar de fantasiar que o outro é dono da minha felicidade...Do meu equilíbrio...
Posso ser feliz junto...
Jamais abrir mão das minhas decisões e escolhas...
Só assim consigo ter a oportunidade de realmente ser feliz junto...
Pensemos nisto...

                                      Maria da Graça
                                       30/12/2012



sábado, 29 de dezembro de 2012



SAUDADE DO BEM QUERER

No tempo que se estende...
Para trás aí esta você...
Meu bem querer...
Único...

Saudade fere o coração que lembra...
Revivência daquelas emoções...
Em forma de intuição e num sonhar magico...
Que o tempo não consegue apagar...
São sublimes... Insubstituíveis...

Coisas que nos pertencem...
Quando havia coragem...
De coração desnudo mostrarmos...
Não para o mundo...Para nós...
Emoções ingênuas...Doces...
Coração no coração...

O amor...
Lindo ... Inesquecível...
Que une nossas almas...

Que faz os corações baterem num mesmo compasso...
E nos desnudados um frente ao outro...

Mas no antes que se perde no tempo foram feridos...
Por nós mesmos colocando no agora...
Corações de guarda...

Com medo de mostrar...
O que sentem...
Com medo...
De novamente serem feridos... 
Machucados...

Se os ferimentos de antes...
São grandes...
É porque o amor...Também é grande...
 Desde sempre...
Se mistura com outros ferimentos...
De outras eras e que se somam...

E na reconstrução...
Num tempo qualquer...
Olho no olho...
Coração no coração...
Aqui quem sabe?
Ou nas ESTRELAS...
                                               Maria da Graça
                                        26/12/2012

terça-feira, 25 de dezembro de 2012



OUSADIA DE UMA BORBOLETA

Voa borboleta...
Sobrevoe por lugares sombrios... 
E perigosos...
Ouse enfrentar...
Todo desafio...

Perigos ocultos...Que espreitam...
Mudando o rumo...Dos caminhos...

De onde está sobrevoando...
Estes perigos ficam claros...
Mas nos lugares...Onde dominam...
Ficam ocultos...Para os outros olhos...

Como se fizessem parte de tudo...
Como se os rumos dados...
Fossem verdadeiros...
Como se fizessem parte...
De decisões do próprio coração...

AH! borboleta...Como pode...
Ainda enfrentar...Tanto desafio?

É porque sabe...
Que toda proteção...Toda verdade...
Vem das estrelas...

AH! borboleta...Bata suas asas...
Alce voo...
Qualquer hora te deterás ...
NAS ESTRELAS...

                                    Maria da Graça
                           24/12/2012





domingo, 23 de dezembro de 2012


JESUS...NATAL...
ALEGRIA...PAZ...
O aniversario é de JESUS...
Mas desejo também a você...
FELIZ NATAL...

                        Maria da Graça
                 23/12/2012 



SÓ HOJE

Só hoje...
Só no dia de hoje...
Por algumas horas...


Eu quero fazer de conta...

Que você quer me dar
Mil abraços...Mil beijos...
Me amar até cansar...


Ou simplesmente me dar uma rosa...

Um abraço...Um afago...
Desarmado...Sem medo...
De se comprometer...Com o próprio coração...


Só hoje quero fazer de conta...

Que você precisa ser feliz junto...
Que já compreendeu o quanto 
Somos importantes um para o outro...
Únicos...


Neste faz de conta...

Acreditar só hoje que você esta ansioso...
Para olharmos o brilho das estrelas juntos...
Sentindo uma grande felicidade...
E de alguma forma ouvir a mensagem...
Mandada por elas...


Acreditar que fica muitos dias sem me ver...

E sabe quantos...
Que nem vai ficar com pressa... 
De nos separarmos...Quando estamos juntos...


Só hoje quero acreditar...

Que a verdade do que nos une...
Já tomou posse do seu coração...


Mas hoje vai passar...

Amanhã é outro dia...
Como todos são...


Amanhã sigo minha luta...

Escolhendo viver...A verdade...
Cumprindo minha parte...
Naquilo que combinamos um dia...
Custe o que custar...


Desistir jamais...

O que é não desistir?
É muito mais do que as situações,
Efêmeras do mundo material...
Só sei que...
No país das estrelas somos duas estrelas...


                                                     Maria da Graça
                                          10/06/2012



É NATAL...
Se você está só...
Ofereço essa poesia para os sonhadores...
Ouse sonhar...Ouse lembrar...
E ouvir o som do coração...
Ouse acreditar neste dia mágico...
Não desista de sonhar e acreditar...
JESUS te ouvirá...
Sinta o perfume das flores...


                              Maria da Graça
                     24/12/2012

sexta-feira, 21 de dezembro de 2012


PROCURA

Te procuro!
Você que vai olhar
Cada marca do tempo em mim
E ama-las com especial carinho...

Você que vai invadir devagarinho
Todos cantinhos secretos do meu coração...
Preenchendo finalmente os espaços vazios...
Que estavam a sua espera...

Vai se encantar
Com o meu sorriso...
Com o brilho especial dos meus olhos
Quando olharem para você...

Vai se preocupar com
Cada lágrima que eu chorar...
O porque delas...
Também vai querer saber
O porque de cada sorriso...

Mais do que isto
Vai querer arrancar de dentro de mim
As gargalhadas que há muito tempo não tenho dado...

Com as pontas dos dedos que sentem...
Me acariciar pedacinho à pedacinho...
Não se importando por eu não ter uma forma perfeita
Ditada pelos padrões racionais...

Então finalmente
Quando invadir minha alma...
Terá o meu coração...

Saberá também o que é
Ser amado de uma forma
Que jamais imaginou...

Com uma tão grande intensidade...
Que as estrelas apagarão seu brilho...Se quedando
Porque o brilho do nosso amor será maior...

Mas é preciso que saibas
Que mesmo assim, terás 
Um amor livre...Que deixa partir...
Mesmo quando o coração 
Conta e deseja que fique...

Eu sei que um dia você chegará...
E irá superar qualquer obstáculo
Para ficar ao meu lado.
EU e VOCÊ...
Nos protegendo mutuamente...

Quando chegar, a partir de então...
Irá precisar...
Ternamente...Profundamente...
Me ter ao seu lado...
Me olhar...Me sentir...

Desejará estar o mais possível
Perto de mim...

Iremos ter tanto o que conversar...
Ao mesmo tempo nada para dizer...
Tudo para sentir...

Se for preciso morrerei te esperando...
VOCÊ...EU
Aqui...Ou nas estrelas...
Sabemos que será...
Uma hora qualquer...

                   Maria da Graça
        


Amo essa poesia... Fiz ela há muitos anos atrás... É o desejo e a procura de todos aqueles que anseiam pelo amor sublime e de qualidade...Infelizes os que não acreditam...Certamente também não acreditam na evolução dos homens... Resistem em permanecerem nas cavernas... 





quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

Momentos

Momentos fugidios...Pequenos e grandes...
Pequenos no tempo porque o coração sempre quer  mais...
Grandes no valor...

Olho no olho...
Coração no coração...

Emoção num mesmo compasso...
Sublime emoção...

Que só o coração tem capacidade de sentir...
Momentos...
                           Maria da Graça
                 01/05/2012



terça-feira, 18 de dezembro de 2012

Flores prá você ...
Que possas compreender...E abrir as amarras de dentro deste grande peito...
Amanhã será mais breve... Porque já passou o hoje e levou embora toda a oportunidade de ousar enfrentar o próprio coração...
  
                           Maria da Graça
                 18/12/2012
                                                         

domingo, 16 de dezembro de 2012



ESTRELAS...

Quando as estrelas brilham no céu...
Uma beleza de espetáculo...
Que alcança nossos olhos...

De repente estas estrelas resplandecentes...
Brilham também no céu infinito do meu coração...

Se já tomam todo o espaço dos céus siderais...
Porque não ocupar também o espaço dentro do coração?

Embelezam minha alma...
Brilham...Brilham...
E brilham...

De forma magnífica
Iluminam minha vida...
E o meu sentir...

Com magia confirmam 
Minha certeza...
Fortalecem toda verdade...
Que o coração sabe...

Verdade eterna...
MINHA e SUA...
Verdade contada...
Sempre confirmada...
Pela luz...
Que vem das estrelas...


                            Maria da Graça
                  09/12/2012




sábado, 15 de dezembro de 2012



AMANHÃ PODE SER TARDE DEMAIS..

Não deixe para amanhã!

Amanhã pode ser muito tarde...

Para você dizer que ama...

Para você dizer que perdoa...

Para você dizer que desculpa...

Para você dizer que quer tentar de novo... 

Amanhã pode ser muito tarde...

Para você pedir perdão...

Para você dizer:

-“Desculpe-me, o erro foi meu!...” 
O seu amor, amanhã, pode já ser inútil!

O seu perdão, amanhã, pode já não ser preciso.

A sua volta, amanhã, pode já não ser esperada.

A sua carta, amanhã, pode já não ser lida.

O seu carinho, amanhã...

Pode já não ser mais necessário!!!

O seu abraço, amanhã...

Pode já não encontrar outros braços...

Porque amanhã pode ser muito... muito tarde! 
Não deixe para amanhã, dizer:

-“Eu amo você!”

 - “Estou com saudades de você!”

-“Perdoe-me!” - “Desculpe-me!”

  
Não deixe para amanhã...

O seu sorriso, o seu abraço, o seu carinho...

O seu trabalho, o seu sonho, a sua ajuda... 

Não deixe para amanhã, perguntar:

-“Por que você está triste?”

- “O que há com você?”

-“Ei!...Venha cá, vamos conversar...”

 - “Cadê o seu sorriso?”

-“Ainda tenho chance?...”

- “Já percebeu que eu existo?”

“Por que não começamos de novo?”

-“Estou com você.”

- “Sabe que pode contar comigo?”

-“Cadê os seus sonhos?”

 - “Onde está a sua garra?...”

Lembre-se:

Amanhã pode ser tarde...muito tarde!

Procure. Vá atrás! Insista!

Tente mais uma vez!

Só hoje é definitivo!

Amanhã pode ser tarde demais...!!!



Autoria: Donetzka Cercck Lavrak Alvarez
http://donetzkatextosbonitoseimagenslindas.blogspot.com.br/
Escrito em 06/05/2005.

Agradeço a amiga Donetzka Cercck pela delicadeza de me autorizar colocar sua poesia "Amanhã pode ser tarde demais"  em meu blog.


                                                                             Maria da Graça
                                                                  15/12/2012

quinta-feira, 13 de dezembro de 2012



 Como Esquecer

De algum lugar do passado você chegou sem avisar, sem pedir licença...

Nem me avisou da sua chegada, simplesmente tomou conta de toda minha alma...

Preencheu todo o meu ser e espantou para muito longe toda espera...

Chegou com ferimentos tão profundos difíceis de serem cicatrizados...

O que fazer para que compreenda que de algum lugar você chegou...

Chegou de onde sempre houve amor...

Amor que o tempo não deixou esquecer...


Nossos erros o quanto nos magoamos, nada trouxe o esquecimento...

O coração sabe... Que toda procura cessou...

Que o tempo conspire a nosso favor e  faça-te compreender, que ele não vai esperar por nós...

                                      Maria da Graça
                              



terça-feira, 11 de dezembro de 2012



REENCONTRO

Acomodo a dor da saudade
Numa espera...Quieta...

Mesmo meus olhos não vendo
Meu coração sente...E sente...
E nos reencontros
Basta meus olhos encontrar novamente
Com os olhos amados...

Toda emoção represada...
Reacende...
Machucando em revivência...
Dando prazer em revivência...

Pelos olhos deslizam um rio que corre mansamente...
Sua nascente é no coração ferido...

Suas águas lavam esta dor...
Doída...Sofrida...Saudosa...

Quisera estar entre seus braços...
Sentir o pulsar do seu coração...
Suas mãos deslizando pelos meus cabelos...

Tudo sem palavras...
Quando é grande demais o sentimento...
As palavras são desnecessárias...

Só basta o sentir...
O bem querer manso e doce...
Que envolve a nós dois...
Eu e você...

Corações batendo num mesmo compasso...
Ternamente...Eternamente...
EU...VOCÊ...
Um dia...
Sabemos disto...

                                         Maria da Graça
                                   10/12/2012 
                     

Ora reencontros... Ora desencontros...
Assim vamos vivendo nas muitas vidas...



domingo, 9 de dezembro de 2012




“E sei que passei todas as vidas, antes desta, procurando você. Não alguém como você, mas você, porque a sua alma e a minha têm de estar sempre juntas.”
                                                  Nicholas Sparks





sábado, 8 de dezembro de 2012


CORAGEM DE AMAR

Porque corações segurarem
 dentro do peito o que sentem?

Magoar tanto a quem amam...
Magoar tanto a ti mesmo...

As adversidades da sua vida
Foram aprendizados...
Porque insistirem que elas sejam...
Traumas que te limitam?

Te impedem de se abrir para o amor...
Que tem coragem de amar...
O amor que se entrega... 
Sem medo de sofrer...

Quando retraem...
Fogem de você...Do que sentem...
Do que não tem coragem de viver...

Os dias passam...Sempre iguais...
Que triste...
Preenche-los com coisas...
Sem valor eterno...

Na espera, convive-se com o inesperado...
Com surpresas...
Porque a vida é breve...

Ah!  que pena o amor...
Que não tem coragem de amar...

                                                         Maria da Graça
                                     8/12/2012

Dedico esta poesia a todos corações que deixam a vida passar sem coragem vive-la...
Se deixam envolver pelo racional... Sempre tão comedidos, cautelosos...
Será que viver um grande amor assusta tanto assim?
Para descobrir é preciso ter coragem de entregar o coração...

                                                                                    Maria da Graça
                                                                                     8/12/2012



         
ESSA LUZ

Como ignorar a luz?
Na sua resplandecência 
ela me encanta e envolve com seus raios mágicos...

 Obstáculos podem apenas barrar sua projeção...
Jamais extingui-la...

Sublime essa luz...
Que ilumina e aquece  minha alma...

Quando há obstáculos, os olhos não vêem este clarão sublime...
Mas sinto o reflexo dessa luz em forma de emoção...

Meu coração sente-se acariciado por seus raios,
Mantenedores...Protetores...

Essa luz da minha alma,
Que mesmo distante dos olhos...
Desvenda e clareia todos os recantos secretos ...
Do meu coração...

Mesmo aqueles lugares de difícil acesso até para mim...
Não para essa luz...

Que desperta emoções profundas...
Que dão prazer e assustam...

Emoções que machucam...
Mas sempre luz...

Definitivamente...Profundamente...
Eternamente...LUZ...

                             Maria da Graça
                  4/12/2012




sexta-feira, 7 de dezembro de 2012



PODER  SENTIR

Na minha dor...
Consolo não quero...

Escolho sentir a dor...Da SAUDADE...
Intensa... Profunda...
Sinto como se o coração parasse de bater...
Dando pausa para sentir...

É como se a vida fugisse de mim...
Na confusão que acontece aqui dentro...
Fico quieta...

Olho com atenção para dentro...
Percebo que somente sua imagem permanece...
Intacta...Protegida...
De qualquer equívoco...

Quem me conta em segredo esta verdade?
Meu coração...Este traidor da minha razão...

Me revela entre sussurros ternos e eternos...
Que dentro dele...O centro é você...

                                                     Maria da Graça
                                            07/02/2012


quinta-feira, 6 de dezembro de 2012






Procura
Martha Marquez de Andrade


Mais uma noite se finda e as inúmeras estrelas que cintilavam no firmamento, ao nascer de um novo dia, ocultam-se também. O alvorecer de um novo dia causa-me um fascínio estonteante. É primavera, a mais bela das estações.

No céu, agora claro, começam a surgir pequenas nuvens semelhantes a flocos de algodão que se movem de mansinho. O soprar da brisa suave dá-me a impressão de entoar baixinho uma maviosa cantiga de amor, como se pudessem perceber as notas bailando ao vento.

Daqui, do meu quarto, de uma das duas frestas que existem nas janelas, posso avistar o nascente e perceber que por detrás destas escassas nuvens, vem despontando, esplêndido e imponente, o Sol, rei dos reis.

À priori, me parece pequeno, mas, surpreende com todo seu esplendor. E, aos poucos, seus raios multicores vão tomando maior forma e beleza e, assim, se tornando cada vez mais intenso, penetrante e forte. A intensidade de seus raios é tão imensa quanto ele próprio e faz com que a temperatura aumente. Tanto lá fora, além da fresta, como aqui no meu peito, o calor é intenso.

No instante seguinte, seus raios conseguem ultrapassar uma das frestas da minha janela e invadir o meu singelo aconchego. Intimamente, acho-os atrevidos... Mas logo sinto como se fôssemos dois cúmplices. Estes raios, ao me acariciarem a pele e o corpo quentes, parecem me fazer um carinho despretensioso, ao pressentir o que se passa em meu íntimo. Inquieta, rolo nos lençóis macios e sedosos e minhas mãos buscam outras mãos, numa vã tentativa. Quero gritar um nome, mas o grito se retém na garganta. Passo a mão pelos meus cabelos afastando-os dos olhos, como se, com este gesto pudesse também desviar os pensamentos. Mas é inútil. Essa busca de encontrar você é persistente, meio incerta, mas não me faz recuar.

O tempo passa e essa imagem não abandona minha mente. As horas voam e eu permaneço ali, sem que nada interrompa meu encanto.

O calor já não é tão forte, pois começa a entardecer e sinto no ar, aquele agradável aroma de terra molhada. Aproximo-me então, da outra fresta e abro a segunda janela, que dá para o poente. Gotículas de um passageiro chuvisqueiro chegam a respingar em minha face. Ergo meus olhos mais para o alto, na direção do horizonte e sinto todo meu corpo vibrar diante de tanta emoção, ao avistar o meu tão sonhado arco-íris!

Minha emoção é maior ainda, ao defrontar-me com uma pombinha que se esconde do chuvisqueiro, no parapeito da minha janela. Alva e graciosa, quase chego a roçá-la.

Enfim, me encontro em paz, como em “estado de graça”. Todo meu corpo parece estar em perfeito equilíbrio e minha mente e coração em sintonia com Deus.

Estou feliz, mas, não completa. Realizada, só com sua presença em minha vida e seu corpo em meu regaço.

terça-feira, 4 de dezembro de 2012


"Uma das melhores coisas do mundo é quando você  abraça alguém que você ama e essa pessoa te aperta forte".
                   ( autoria desconhecida)


O abraço...
Mais inesquecível do que qualquer emoção...
Traz segurança, prazer, alegria...E SAUDADE...SEMPRE...

                   Maria da Graça
          04/12/2012

domingo, 2 de dezembro de 2012




LEMBRANÇAS


Coração machucado procura...Na lembrança...
Por todos momentos ternos...E eternos...
Inesquecíveis...Permanentes...


Por onde andas?
O que esta a fazer?
O que se passa no seu coração?
Sente saudade?Também lembra?


Fecho os olhos...Para poder estarmos juntos...
Fico inebriada com as emoções...
Que fluem nas lembranças...
Que se perdem no tempo...


Suavemente elas vão se apossando...
Numa revivência encantadora e sublime...


Ah! saudade...Seja minha companheira.
Trás para este coração machucado...
O consolo do sentir...Do lembrar...


Então não haverá mais procura...
A alma ficará preenchida pela certeza...
Pela verdade...
A espera machuca...Mas da prazer...


É uma luz que invade cada canto...
E recanto do meu ser...
Esperar...Sempre...
Para sempre...
Esperar...


Integrar com outras luzes...Iluminar juntas...
As estradas das nossas vidas...
Num intercâmbio de vibrações que se misturam...
Formando uma única luz...


Esperar...
Qualquer hora...
Um dia qualquer...Qualquer dia...
Luz...


                                Maria da Graça
                          27/11/2012




sábado, 1 de dezembro de 2012



VOA...VOA...BORBOLETA

Borboleta... Borboleta...
Beija tantas flores...
Dança de forma magistral... 
Revoando em volta de cada flor diferente uma da outra....

O que encontra nas flores?
Alimento?Prazer de beijar?
Ou a aventura de buscar sem medo de tentar?

Buscar...Buscar...
Beijar...Beijar...
Viver...Procurar...
Quem sabe encontrar...

Os dias passam, tantas flores beijadas...
São lindas flores que fazem parte da vida da borboleta...
Elas alimentam a borboleta...
Mas a borboleta também fornece a elas o alimento...

Amar...Amar...Amar...
Beijar...Dançar...
Esperar...Voando...
Voando aqui dentro e rumo aos céus infinitos...

                                                                Maria da Graça
                                                             01/12/2012




"Dê a quem você ama: asas para voar, raízes para voltar e motivos para ficar." (Dalai Lama)