segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013




CONFIANÇA...

De onde tiro essa confiança?
Que desde sempre...
Existe dentro de mim...
Acho que trouxe lá das ESTRELAS...

Se peço é apenas para reforçar...
Em palavras faladas...
O que o coração...Já ousou contar...
Que precisa...E espera acontecer...

Quando o pedido...É tão grande...
Consome ao rogar...
Toda energia acumulada...

Grande também...
Deve ser a confiança...
Então humildemente quedo-me...
Ao fazer esse pedido...

Que só pode ser...
Atendido por vós...
Meu PAI CELESTIAL...

Penaliza-te dos nossos corações...
Sofridos...Amedrontados...
Esperançados...

Que este formoso botão...
Fechadinho...Semi-desabrochado...
Possa se abrir...
Para mostrar...O seu perfume...

Perfume sublime...
Angelical...
Que tantas vidas enfeitará...
E que ansiosamente...
Nossos corações estavam...
A esperar...
                
                          Maria da Graça
                   14/02/2013 



Para você coraçãozinho que acaba de chegar lá das ESTRELAS...
Por alguns dias nos deixou apreensivos...
SEJA BEM-VINDO...
Muita luz na sua jornada terrena...
Eu te amo Arthur...

                                Maria da Graça

domingo, 24 de fevereiro de 2013




ADOLESCENTE


Quem é essa pessoinha, nem criança, nem adulta?

Como é linda e cheia de conflitos...

Árduo e sofrido tem sido esse processo da procura de si mesma... 

Da busca gradativa e assustadora da emancipação...

Dependência... Para independência...

Afinal de contas, qual a resposta para tantas perguntas?

Sou uma pessoa feia ou bonita?

Ajeitada ou desajeitada?

Os adultos são bacanas e confiáveis ou não?

E os exageros se fazem presentes...

Nas roupas, no comportamento, na rebeldia...

“Papai e mamãe compreendam, eu estou muito assustada...

Quando me rebelo, por favor, não virem as costas para mim, compreendam meus inúmeros conflitos...

Preciso de vocês, mesmo dizendo que os odeio, eu os amo e vocês são, no mundo, o único porto seguro para eu descansar do meu sofrimento...

Um dia vou crescer, achar meus caminhos e tudo vai voltar a ser como no início, quando a nossa relação era mais fácil...

Agora estou procurando a mim mesma e esse processo, com suas esquisitices, assusta muito vocês e entramos em desacordos...

Mas eu também estou aterrorizada e meus exageros mostram como me sinto...

Compreendam que dentro de mim tem um vulcão em erupção com a larva incandescente...

Assim são minhas emoções... Um vulcão...

Meus pensamentos cheios de contradições, em um minuto voam pelo mundo todo fora de mim...

Noutros momentos voam dentro de mim,  mantendo-me prisioneira de tantas emoções assustadoras...

Hei de achar a mim mesma, descobrir quem sou...

Entrar em acordo com meu corpo que agora me deixa maravilhada... Assustada... Confusa...

Ainda não cheguei num acordo comigo, se ele é bonito ou feio...

Se é estranho ou não...

As mudanças hormonais, o aparecimento dos sinais do início do amadurecimento físico, sexual, psicológico são tão estranhos...

Envergonham-me... Dão prazer... Quanta contradição...

Com o surgimento destas mudanças, junto vem a responsabilidade que começo a adquirir sobre meus atos...

Nós, os meninos temos que mostrar que somos capazes, vigorosos, fortes...

Nós, as meninas seguimos um estereótipo de padrões sociais, e buscamos, muito antes da hora, posturas de mulher adulta que ainda não estamos prontas para assumir...

E as emoções contraditórias se seguem anos a fio, até que finalmente encontro meus caminhos...

Já sei quem sou e o que eu quero...

Mas por hora sou um lindo e desafiador ADOLESCENTE."


                                                                              Maria da Graça
                                                                     01/02/2013





sábado, 23 de fevereiro de 2013




Te Vivo
                      Luan Santana


Quando me sinto só
Te faço mais presente
Eu fecho os meus olhos
E enxergo a gente

Em questão de segundos
Voo pra outro mundo
Outra constelação
Não dá para explicar
Ao ver você chegando
Qual a sensação

A gente não precisa tá colado pra tá junto
Os nossos corpos se conversam por horas e horas
Sem palavras tão dizendo a todo instante um pro outro,
O quanto se adoram
Eu não preciso te olhar
Pra te ter em meu mundo
Porque aonde quer que eu vá
Você está em tudo

Tudo, tudo que eu preciso
Te vivo




terça-feira, 19 de fevereiro de 2013



RETORNO...

Retornar à vida...
Retornar à minha praça...
Aos pombinhos...

Para minha ventura neste momento...
Um vento suave acarícia meus cabelos...
Balança as folhas das acácias...Das palmeiras...

Encantadoras... E sublimes emoções...
Tantos dias sem sentir...Essa alegria...
Tão simples...Tão importante...
Mantenedora...

Eis-me aqui vento amigo...
De volta para o encanto...
Dos mansos pombinhos...
Para a sombra amiga das acácias...

Sentada no mesmo banco...
Sentindo em revivência...
As mesmas emoções doces...
De todos os dias...

Estou aqui...
De retorno à vida de sempre...

                                 Maria da Graça
                        18/02/2013





VIDA...

Sentada na praça...
Das acácias...Das palmeiras...
Olho à minha volta...

Pessoas passam...
Uns lentamente...Outros apressados...
Com seus pensamentos...
Sonhos...Alegrias...Tristezas...

Alguns assentam nos bancos...
E tranquilamente usufruem sem pressa...
Do frescor do vento cantando mansamente...

Estou debaixo da sombra protetora...
De uma acácia...
Do outro lado da praça...
Quatro robustas palmeiras...
Suas lindas folhas verdes...
Balançam suavemente...
Envolvidas pelo vento...

Novamente...
Numa cena que se repete...
Os pombinhos à minha volta...Sem medo...
Um casal entre eles...
Beijam...E beijam enroscando seus biquinhos...
Chamam atenção...
Alguns comentam comigo...

Que delícia...
Meus longos cabelos negros...
Voam ao sabor do vento...
Este encanto de emoção...Sinto todos os dias...
Quando passo por lá...A caminho do trabalho...

Tudo tão mágico...
Plena harmonia com a mãe natureza...
Sigo caminho...
Começa a cair uma chuva mansinha como garoa...
Umedecendo meus cabelos...
Que voam tocados pelo vento... 
Enquanto sigo meus passos...

Que ventura...
Que prazer...
Isto é vida...

                  Maria da Graça
          28/01/2013


domingo, 17 de fevereiro de 2013




PERENE  UNIÃO...

Perdida no tempo...
Está nossa história...

Todas alegrias e tristezas...
Que compõem...
O trajeto de nossas almas...

Amor sublime...
Que sabe esperar...
Que sabe compreender...

Cada um tem seu tempo...
De aceitar...O que representa...
Está perene união...

A vida é eterna...
O que será daqui para frente...
Sempre imprevisível...

Os caminhos...
Muitas vezes mudam...
Preciso é aceitar o fato...

E seguir estes novos rumos...
Que foram projetados nas estrelas... 
Mesmo com o coração ferido...
Mas com todo poder construído...
Na pratica do amor e pelas escolhas certas...

                                         Maria da Graça
                                01/02/2013


quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013




"Há momentos em que desejo fazer o tempo voltar e apagar toda a tristeza, mas eu tenho a sensação que, se o fizesse, também apagaria a alegria. Assim, revivo as memórias da forma como vêm, aceitando todas elas, deixando que me guiem sempre que possível. Isso acontece com mais frequência do que as pessoas percebem."

                            Nicholas Sparks

domingo, 3 de fevereiro de 2013




ABRAÇO...

Nos recônditos mais secretos...
Da minha memória...Imortal...
Existe um abraço...
Único e precioso...Tão forte...
Que nele minhas...
Asas de borboleta...
Ficaram contidas...
Protegidas...

Neste abraço...
Tantos planos...Promessas...
Mesclados de medos...

Mas também, muita coragem...
De voltar para o mundo...
E mais uma vez tentar...
Acertar e concertar...

Assustador é deslocar...Das estrelas...
Rumando paragens...De provações e lutas...
O maior compromisso...
Não importando o que acontecesse...
Jamais julgar ninguém ou haver desistências...

Compromisso feito...Dívida pendente...
Desistência não mesmo...
Julgar jamais...

Insistir no resgate...Até o último suspiro...
Eis o maior empenho...
Deste coração fiel, simples e amoroso...
   
                                                   Maria da Graça
                                         03/02/2013


"Dê a quem você ama: asas para voar, raízes para voltar e motivos para ficar." (Dalai Lama)