quinta-feira, 24 de setembro de 2015


APRENDIZADO...



Minhas amigas acácias... Palmeiras...
Nunca em tempo nenhum estive com o coração envolto em tamanha tristeza...



Uma tristeza quieta, serena...
É a necessidade de aceitar os fatos como eles apresentam-se realmente...



A dor sentida de frustrarem  sonhos e planos...
Estar novamente a procura de novos caminhos...



Mesmo com o coração dilacerado pela decepção e pela dor...
Compreender...
Que verdades sublimes demandam tempo para concretizarem-se...
E que amar é uma responsabilidade...



No caminho do amor perene não há espaço para atitudes levianas...
Ou conclusões apressadas...



Mais uma vez das cinzas renascer... Como a fênix...
Mesmo que os olhos chorem...
E tragam para fora as lágrimas da dor represada...
Como as lágrimas da fênix...
Que tenham poder curativo...



Curando a minha dor...
E a dor de outros corações...
Sensibilizando com o sofrimento que todos conhecemos...
Neste mundo tão lindo e cheio de oportunidades...



Sofrer para aprender...
Tristeza e alegria caminham juntas...
Num vai e vem da vida...
Ora alegrias...
Ora tristezas...



E assim o aprendizado se faz...
Para todos aqueles que desejam crescer rumo as estrelas...


                                                                        Maria da Graça
                                                               23/06/2015




"Dê a quem você ama: asas para voar, raízes para voltar e motivos para ficar." (Dalai Lama)