sábado, 19 de janeiro de 2013



Pedido negado
Martha Marquez de Andrade


Pedi ao Pai para me mandar de volta

Um amor que eu vivi há muito tempo

 Um amor completo, ideal, que me fascina

 E que, por outros motivos 

Não nos foi possível vivê-lo, 

Senti-lo todo em sua plenitude.

Ele me ouviu,

 Trouxe-me você de novo

 E o colocou, novamente, em meu caminho,

 Nesta longa estrada.

Quando o vi, 

Tive a certeza, 

Que era você 

O meu amor de outra vida que surgiu

Pleno, total e vestido em um corpo

Lindo, forte e vigoroso

Esperando ser amado.

Qual não foi o meu engano,

Que o imaginou sendo livre,

Preso está em seu passado e é impossível 

Nos amarmos novamente.


Minha amada amiga Martha
Sem palavras, para  esta poesia feita para mim.
Belíssima e emocionante...
Tocou-me as fibras mais íntimas da alma...
Minha história...
O desfecho...
Se não for por aqui...
Certamente nas estrelas, como sempre foi...

                                                      Maria da Graça
                                                     19/01/2013

4 comentários:

  1. O amor impossivel...é o mais triste e doloroso de todos od amores.

    Beijinhos

    Ana

    ResponderExcluir
  2. Minha querida amiga, desejo que vc um dia, possa viver intensamente este amor... ou melhor, intensamente, vc já vive! Que Jesus cubra vcocês dois com seu manto!...
    Beijos ternos,

    ResponderExcluir
  3. Querida Maria.

    O amor possível e certo Deus sempre coloca em nosso caminho.

    Curta muitoesse sentimento em toda a sua força e magnitude e sempre viva os momentos!

    Lindo o poema!

    Bjs e Deus a abençoe.

    Donetzka

    ResponderExcluir
  4. Há sempre o amor a espreitar nossos momentos mais divinais e mágicos de nosso caminhar. Pena que quando reencontramos nossas almas gêmeas nem sempre elas estão prontas para retornar o caminho ao nosso lado. Mas até quando a espera ? Breve, longa, eterna ? Quem poderá dizê-lo?
    Minha Maria, minha amada Maria, que Deus,nosso pai maior continue a lhe oferecer sempre essa doçura que encanta e alegra nossos espíritos imortais e a certeza de um amor que poderá ser vivido em qualquer tempo:hoje, amanhâo, nas estrelas, quem sabe? Apenas o pai.
    Todo meu carinho para você, e minha eterna torcida!
    Cintia.

    ResponderExcluir

"Dê a quem você ama: asas para voar, raízes para voltar e motivos para ficar." (Dalai Lama)